Capa Blog

DHEA e Cortisol: o equilíbrio para o bem-estar

22 de março de 2022

Um hormônio produzido naturalmente pelas glândulas suprarrenais que faz parte da equipe que produz os hormônios sexuais, como a testosterona e o estrogênio e, ao mesmo tempo, desempenha um papel fundamental no humor e no bem-estar geral: este é o DHEA – desidroepiandrosterona.

Há quem o chame de “pai dos hormônios” – e, talvez, não seja exagero: com mais de 3 mil artigos comprovando sua multifuncionalidade, o DHEA é extremamente importante no equilíbrio hormonal e, consequentemente, na manutenção da longevidade.

Estudos recentes trazem, ainda, a importância do DHEA na modulação contra a inflamação do organismo – uma das maiores vilãs já descobertas na atualidade.

Sabendo disto, não é difícil relacioná-lo assim, logo de cara, com o humor e o bem-estar, não é mesmo? Pois bem, aí é que entra outra curiosidade importante que nos dará a base para entender toda essa conversa: o DHEA também é produzido pelo cérebro!

Há estudos que dizem, ainda, que os níveis deste hormônio são bem maiores no sistema nervoso central do que no sangue – por isso, diversos estudiosos têm relacionado seu baixo nível a doenças como a depressão e a ansiedade.

Nestes estudos sobre o DHEA nas funções cognitivas, um ponto me chamou mais atenção: a relação da suplementação deste hormônio com a diminuição dos níveis noturnos de cortisol – conhecido por ter sua liberação como resposta ao estresse.

Ou seja, neste estudo, pesquisadores utilizaram mais de 700 pessoas para avaliar diversas funcionalidades relacionadas ao DHEA e descobriram, dentre outras coisas, que este hormônio é capaz de combater a ação do cortisol, inclusive, quanto à imunidade.

É claro que a lista de benefícios deste super-herói não para por aí: melhora da função sexual, ações antioxidantes e anti-inflamatórias, e muito mais!

Contudo, com o passar dos anos, assim como todos os outros hormônios e funcionalidades do nosso organismo, é normal que os níveis de DHEA sejam reduzidos. Por isto, a terapia de reposição tem sido grande aliada, principalmente, a partir da menopausa. Resgatando a qualidade de vida, bem-estar e buscando uma longevidade mais saudável e prazerosa.

 

Dr. Adyr Suzin | CRM 23012

Ginecologia • Harmonização Íntima • Adequação Hormonal

 

Fontes:

CLARK, Barbara J.; PROUGH, Russell A.; KLINGE, Carolyn M. Mechanisms of action of dehydroepiandrosterone. Vitamins and hormones, v. 108, p. 29-73, 2018.

LAZARIDIS, Iakovos et al. Neurosteroid dehydroepiandrosterone interacts with nerve growth factor (NGF) receptors, preventing neuronal apoptosis. PLoS biology, v. 9, n. 4, p. e1001051, 2011.

Voltar