Capa Blog

EMPATIA SEM LIMITES É AUTODESTRUIÇÃO

22 de agosto de 2021

Você provavelmente já ouviu a frase: “guardei minha dor no bolso e fui cuidar da dor do outro”. Bom, vamos conversar sobre isso?

Primeiramente, vamos falar sobre o conceito mais popular de empatia, que traz o significado da capacidade psicológica de sentir o que sentiria outra pessoa, caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela.

Ou seja, popularmente falando, a empatia é compreender sentimentos e emoções, procurando experimentar o que sente a outra pessoa, certo?

Essa é uma capacidade extremamente necessária para a vivência humana, já que também tem muito do “ser solidário” e “ter compaixão” pelo mundo do outro. Contudo, quando não é dosada, quando não há um limite, ela pode prejudicar quem sente.

Doar-se muito ao outro, tirar todo o seu tempo para cuidar do próximo, seja ele quem for, é deixar o seu eu de lado, deixar suas próprias dores e anseios para depois – e, muitas vezes, esse depois nunca chega.

É muito importante lembrar que, para que você consiga cuidar das dores de quem você ama, você precisa estar com as suas acolhidas e bem compreendidas: o autoconhecimento e o autocuidado são essenciais para que você esteja saudável nessa doação.

Saiba impor limites. Saiba que eles são mais do que necessários e que NÃO É egoísmo dizer “não” quando você precisa.

Psicóloga Grasiela Suzin | CRP 08/12022

Voltar